Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática

Alô Brasil, polo norte e China! Hoje trouxe resenha do livro Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática. Sabe quando você se identifica tanto com uma história que fica até parecendo que a autora resolveu contar fatos sobre sua própria vida?


Categoria: Jovem| Páginas: 272| Cortesia: Editora Arqueiro|Classificação: 5/5


Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática

O livro Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática foi escrito por Thalita Rebouças Teixeira, seu seguimento é direcionados ao público adolescente, suas obras já ultrapassaram a marca de mais de 2 milhões de livros vendidos no Brasil. A história aborda temas relevantes e muito presentes no mundo adolescente como bullying, preconceito social e os abusivos padrões de beleza estabelecido pela sociedade, porem toda a narrativa é feita com muito bom-humor, tornando a leitura cada vez mais interessante.

Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática

A história gira em torno de Tetê, uma garota triste, solitária, tímida, dramática e com a auto estima lá no pé, fruto de desilusões amorosas e ao bullying que sofria em sua antiga escola. Ela é filha única e tinha uma boa vida na Barra da Tijuca, até o dia em que seu pai acaba perdendo o emprego na multinacional em que trabalhava e não pode mais oferecer o mesmo padrão de vida a ela e a sua mãe, ocasionando assim, na mudança da família para a casa dos avós de Tetê em Copacabana. Entretanto mudar de casa e de escola pode ser a sua chance de recomeçar! Decidida a sair da sua zona de conforto, ela chega ao seu primeiro dia de aula no ensino médio, disposta a fazer amigos e não é que ela acaba conquistando dois ! Davi um nerd que também faz parte da tribo dos exilados e Zeca um cara divertido, lifestyle e que vai mudar completamente a vida da amiga. Não é só isso! Na escola Tetê encontra seu novo grande amor, só que xisso vai gerar muita confusão e dor de cabeça.

Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática

A obra Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática, é cheia de surpresas, apesar de ser um tanto previsível: a garota que sofria bullying, mas encontra bons amigos e da a volta por cima. Não é difícil se conectar e emocionar com a personagem. Tetê é igualzinha a maioria das garotas de sua idade, amorosa, sonhadora, divertida, mas sua estética, totalmente oposta aos padrões de beleza (gordinha e largadinha – O que é ha de mal em não gostar de pentear o cabelo? Eu também não gosto! Risos), e isso a torna alvo de piadinhas maldosas e pre-julgamentos. 

Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática

Sei que o livro foi desenvolvido para pessoas bem mais jovens que eu, mas valeu a pena a leitura, pois me fez sentir uma nostalgia gostosa da minha adolescência, relembrei dos meus medos, inseguranças e até amores do passado (Amor, finge que não escrevi esta parte OK? Risos).  Também gostei muito desta parte reflexiva do livro, acredito que devemos sim falar sobre o abusivo padrão de beleza, bullying e orientação sexual com nossos jovens, o mais legal é que todo esse conteúdo foi tratado de uma forma dinâmica e leve. Apesar da pouca idade da personagem, Tetê é quase uma minichef! Então prepare-se pra sentir a boca se encher de água com as deliciosas receitas que ela descreve durante o livro.

Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramáticaDe um modo geral a obra literária Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática é dinâmica, jovem e te faz dar boas gargalhadas. A estética do livro é uma fofura (É, sou dessas. Risos) e apesar de ser pensada para o público jovem, recomendo a leitura do livro para todas as idades, principalmente para os fãs de romances jovens e fofos, personagens extremamente divertidos e de uma leitura leve.

Agora é sua vez de me contar se já leu ao livro ou ficou curioso pra ler e se tiver sugestões de livros não deixe de me contar em? Quem sabe sua dica não seja a próxima resenha literária do blog?!
Obrigada pela companhia!

compartilhe:
Matilda Natália
escrito por Matilda Natália
Meu nome é Natália, tenho vinte e poucos anos, apaixonada por livros, filmes, moda, series, animais e todas as coisas relacionadas Once Upon A Time.