IMG_3780.jpg
Hoje vamos falar sobre minimalismo e consumo consciente. De um tempo para cá minha perspectiva sobre as coisas tem mudado muito. Sempre fui daquele tipo de pessoa que comprava só por achar algo “bonitinho” o problema era que a maioria dessas compras não tinham proposito algum e isso só piorou com o surgimento do blog, já que quando se é uma blogueira pequena é preciso investir dinheiro e comprar coisas para sempre trazer conteúdos novos. Bom, isso era o que eu achava.
Com o tempo essas coisas começaram a se acumular no meu espaço e era impossível manter meu quarto organizado, no início eu tinha uma gaveta da bagunça reservada no meu armário, depois tive que abrir mão de mais uma gaveta e assim em diante. O fato era que eu sempre acabava comprando mais e mais, então era matematicamente impossível deixar estas coisas “organizadas” se meu espaço não aumentasse.
Demorou muito, mas isso realmente começou a me incomodar, passava horas tentando organizar meu armário, minhas prateleiras e no final parecia que não tinha feiro nada. Tinha tanta coisa acumulada que a impressão era que meu quarto era um deposito de inutilidades.

 

E foi pesquisando sobre dicas de organização na internet que conheci o movimento minimalista e este foi o divisor de águas entre a Natália de antigamente e a pessoa estou me descobrindo atualmente. O minimalismo tem me ajudado a entender o verdadeiro sentido de comprar e de se ter algo. Comecei a me questionar sobre o sentido de cada coisa e o que elas estavam de fato fazendo ali. Joguei algumas coisas fora, doei o que poderia ajudar alguém e guardei apenas o que realmente me fazia bem. Começou por essas tranqueiras, depois com minhas roupas, depois os sapatos e por fim maquiagens, mas sinto que a maior libertação está no meu interior.
O minimalismo é um caminho sem volta, pois é de fato libertador. Você se sente livre por ter espaço em seu ambiente por menor que ele seja. Por fazer uma faxina rápida sempre que precisar, mas principalmente por conseguir manter tudo organizado por muito mais tempo. Por encontrar tudo o que você precisa na hora que você precisa e principalmente por pensar com a cabeça no lugar dos sentimentos ao comprar algo.
Image Map
compartilhe:
Matilda Natália
escrito por Matilda Natália
Meu nome é Natália, tenho vinte e poucos anos, apaixonada por livros, filmes, moda, series, animais e todas as coisas relacionadas Once Upon A Time.