O-Duque-e-Eu- Julia-Quinn

O Duque e Eu é o primeiro livro da serie literária de oito livros de Julia Quinn. Este foi o meu primeiro contato com a autora e já me declaro uma fã de seu trabalho. Julia Quinn sabe como escrever um romance de época com muita sensualidade, elegância e ao mesmo tempo respeitando os costumes e tradições da época.

Sinopse: O Duque e Eu

[Resenha] O Duque e Eu - Julia QuinnSimon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Categoria: Romance| Páginas: 288|Editora: Arqueiro |Classificação 5/5❤

Daphne Bridgerton é uma jovem amável e ligeira com seu senso de humor, ela é a filha mais velha da família Bridgerton, e devido à idade se vê pressionada por sua mãe a encontrar um marido.  Em controversa com a típica novela do período da regência que sempre parece ter uma heroína sem dinheiro, endividada ou de baixa classificação social, buscando status e boas condições sociais através de um casamento promissor, os Bridgertons não estão em dificuldades financeiras nem precisam ganhar uma posição social mais alta. Apesar de se sentir pressionada por sua mãe a se casar, Daphne sempre soube que este era seu papel na sociedade: se casar, ser uma boa esposa para seu marido, ainda que não o ame e lhe gerar herdeiros, sendo o ultimo seu maior sonho. Ela quer se casar e constituir uma família tão grande quanto a sua. A grande questão é que os homes elegíveis a vêm apenas como uma boa amiga, já que por ter crescido juntamente com três irmãos mais velhos, aprendeu a lidar de uma forma fora comum com o sexo oposto.

[Resenha] O Duque e Eu - Julia QuinnSimon, o Duque de Hastings, nasceu com um problema de gagueira e devido a isso foi desprezado e abandonado por seu pai. Ele foi criado por uma ama, já que sua mão falecerá ao lhe dar a luz. Simon estava decidido a obter a aprovação de seu pai, e se dedicou por anos afim de contornar suas dificuldades, mas quando lhe foi dada a oportunidade de fazê-lo, tudo desandou e seu pai se afastou dele novamente. Ao longo dos anos, Simon se dedicou a encontrar o sucesso, mesmo diante do abandono de seu pai. E assim ocorreu, ele encontra o êxito tanto academicamente como socialmente, fazendo com que seu pai deseje vigorosamente recuperar o relacionamento entre eles, mas Simon se recusa e se muda para outro continente. Ele retorna após a morte de seu pai.

Simon é um velho amigo de Anthony, que é o irmão mais velho de Daphne. Simon e Daphne se encontram e planejam um plano no qual eles terão um namoro falso, porque Daphne reconhece que os outros cavalheiros passaram a notá-la como mulher com o aproximamento de Simon. Ele por sua vez, não tem a intenção de se casar sob hipótese alguma e a presença de Daphne o manterá a salvo das mamães casamenteiras. O falso namoro de Daphne e Simon os coloca em constante companheirismo e os sentimentos começam a crescer até que os dois se vêm presos em uma posição comprometedora e devem se casar.

[Resenha] O Duque e Eu - Julia QuinnO que mais gostei em O Duque e Eu foi da normalidade de Daphne, ela não acha que se casar com alguém seja o fim do mundo, nem é cheia de mi, mi, mi. Apesar de ser uma mulher forte e decidida, tem também seu lado frágil e romântico, como qualquer outra muler. Seu desejo de ter uma família é uma força motriz neste livro e é a fonte de um enorme conflito na história. O desejo de Daphne pela família leva-a a um ato desesperado e quase cruel que tanto ela quanto Simon devem concordar se quiserem alcançar seus felizes para sempre depois.

Simon e Daphne formam uma combinação perfeita. Suas conversas são espirituosas e, exceto por algumas situações, ambos agem como adultos. Eu amei o livro e indico para todos que gostam de romances divertidos, sensuais e misteriosos.  Já estou lendo a segunda obra da serie: O Visconde Que Me Amava, na próxima semana conto para vocês o que achei da leitura.

 [Resenha] O Duque e Eu - Julia Quinn

compartilhe:
Matilda Natália
escrito por Matilda Natália
Meu nome é Natália, tenho vinte e poucos anos, apaixonada por livros, filmes, moda, series, animais e todas as coisas relacionadas Once Upon A Time.